28 de ago de 2009

Specialized Brasil finaliza em grande estilo a Copa Internacional de MTB

Roberta Stopa é medalha de prata e Hugo Prado Neto termina em Top 13 no geral

São Paulo, 24 de agosto de 2009 – A cidade de Congonhas, MG, recebeu a Grande Final da Copa Internacional Sundown de MTB e da Copa Centauro de Amadores pelo 5º ano consecutivo.

A ciclista da cidade de Juiz de Fora, Roberta Stopa (Specialized/ Proshock/OCE/Água Mineral Xuá), ainda em recuperação do atropelamento sofrido no início do mês, conquistou a excelente 4ª colocação na etapa, demonstrando muita garra e determinação. O resultado rendeu pontos suficientes para garantir o vice-título da competição, considerada uma das mais importantes do país.

“Tivemos uma largada tranquila. Revezamos um pouco a ponta. Na primeira subida a Janildes aumentou o ritmo tentando uma “fuga”, porém foi possível combatê-la, próximo ao km 20 ela abriu e eu assumi a quarta posição mantendo até o fim. E essa posição me garantia o vice do campeonato”, comentou Stopa. “Deu pra sofrer mas imaginei que pela topografia de Congonhas seria muito pior, assim percebi que a recuperação do meu físico está progredindo”, afirmou a atleta que agradeceu todo apoio. “Obrigada aos patrocinadores pela paciência, carinho e compreensão nesse momento”, disse Stopa que agora terá uma folga no calendário para dedicar-se aos cuidados necessários para sua saúde. Paralelamente, a atleta continuará visando competir o brasileiro de XCM.

Para o ciclista e treinador, Hugo Prado Neto (OCE-Specialized-Empac-Damatta), que retoma o foco nas competições nacionais, após sagrar-se top 7 na ultramaratona Iron Bike de 8 dias na Itália, realizada no mês passado, o atleta encarou com muito vigor a Grande Final da Copa Internacional de MTB.

“Gostaria de ter andado melhor mas quando tomei a decisão de disputar o Iron Bike Itália em Julho estava ciente que isso poderia comprometer todo o meu 2º semestre de provas no Brasil. A posição de 13º na Copa Internacional do ponto de vista da análise física e da periodização dos meus treinos pode ser considerada positiva uma vez que a minha recuperação da Itália foi mais rápida do que eu imaginava”, explicou Hugo Prado Neto que não dispensa sua S-Works Epic em provas de maratona.“Não compito há quase dois meses com intensidade alta, fiz 2 treinos de vácuo para tentar pegar um ritmo de corrida e ter aquela faísca para disputar a prova, mas vi que o fundo está lá, as pernas boas, o pulmão ok, mas sem aquele ritmo de prova”, analisou. “A gente sempre tem que ser inteligente nas análises de performance em competições, e creio que a metade do copo cheio desse meu resultado é que não estou em pico e se tivesse em pico isso seria péssimo para as competições super importantes em fila que terei no início de Setembro (Brasileiro de maratona, Big Biker e Iron Biker Brasil).

Se estivesse em pico na tese, significa que dificilmente eu manteria o pico até a data dessas provas. Somente agora darei continuação a treinos específicos, com intervalos e muitas noites enfurnado na barraca de altitude a 2500m dentro do meu quarto”, finalizou.

A Grande Final da 12ª edição da Copa Internacional Sundown de MTB contou com mais de mil competidores participaram desta maratona com percurso de 58 km para as categorias principais e 38 km para os amadores.

As informações da equipe Specialized Brasil ficam disponíveis no Blog da Proparts:
http://blog.proparts.esp.br
Ou pelo site da Specialized Brasil: http://www.specialized.com.br

Fonte: Mbike Comunicação / www.bikenamidia.com
Foto: Maria Elisa Duarte

Nenhum comentário: