6 de abr de 2009

Roberta Stopa é vice-campeã em Araxá - MG

Afastando os temores de chuva e lama, Araxá foi brindada por um domingo de sol. De acordo com a organização, 923 atletas participaram da primeira e mais charmosa etapa da Copa Internacional de MTB, fazendo do evento um "sucesso de público e crítica".

O circuito não teve alteração significativa em relação ao ano anterior. Atletas de todas as categorias estavam satisfeitos com as condições da pista. A chuva, nas vésperas da competição, deixou o terreno compacto e sem poeira.

“Tá bom pra todo mundo que gosta de cross-country, ali tem que gostar mesmo”, relata Felipe Marques, atleta estreante na categoria sub-23.

A atleta Roberta Stopa é da mesma opinião: ela disse ter se sentido à vontade na pista. Descontraída, narra sua prova:

“Não larguei forte, como é meu perfil. Assim que alinhamos ouvi a buzina e já era a hora de sair... (risos) Levei um susto, mas não me prejudicou: quando passamos no apoio, percebi que estava liderando. Foi preciso um ritmo forte, as adversárias poderiam crescer na prova, e como o circuito é curto, fiz muita força. Até a penúltima volta consegui manter a ponta da prova, exceto no pórtico central (cronometragem), onde, em todas as passagens, eu recebia um ataque da adversária. Após aqueles metros, novamente eu reassumia a ponta para manter minha posição."

"Na última volta, especificamente dentro da mata, lá pelo quarto ou quinto quilômetro, a atleta adversária me passou. Nesse momento o objetivo era buscá-la, claro! Mas não deu. Embora não a perdesse de vista até a bandeirada final, a distância permaneceu, e apenas 12 segundos me deixaram na posição de vice-campeã."

"Esse ano marcou meu melhor desempenho na pista de Araxá. Andei bem, gostoso demais. Tenho objetivo de ganhar o título da Copa Internacional, e que venham São Lourenço e Congonhas. Vamos trabalhar para essa conquista. Meus agradecimentos a todos os meus patrocinadores”.

Após a prova Stopa aguardou o sorteio do antidoping, que acabou não acontecendo: nem mesmo os campeões se submeteram ao teste. Segundo o comissário Francesco, ocorreu um imprevisto com a equipe médica e não foi possível a conclusão dos exames. A Copa Internacional é o único evento do país a realizar o antidoping, isso credibiliza a prova e é produtivo para o esporte.

Roberta Stopa contou com um novo apoio: Água Mineral Xuá, e a cortesia de garrafas pet da empresa permitiu a hidratação até de outros colegas de pedal.


Resultado do site oficial do evento:

Elite Feminina

1º - Érika Gramiscelli – 02:03:53
2º - ROBERTA STOPA – 02:04:05
3º - Jullyana Machado – 02:08.53
4º - Adriana Nascimento – 02:10:16
5º - Aline Margoti – 02:17:12

Foto: PPPress
Revisão: Humberto Guerra
Fonte: Maria Elisa Duarte

Um comentário:

brunoahipolito disse...

Roberta sou de JF e torço muito por você, sucesso hoje e sempre é o que te desejo!!! Espero vê-la correndo nas próximas Olimpíadas, super bjo, Bruno!